Dados do Autor


Nome
:
CORONELLI, VICENZO
Outra citação
:
Coronell, Vicenzo
Datas
:
1650-1718
Local de nascimento
:
Republica de Veneza
Local de falecimento
:
Republica de Veneza
Profissão
:
Cartógrafo (1670-1718)
Construtor de Globos (1678-1718)
Enciclopedista (1670-1718)
Frade Minorita (1655-1718)
Geógrafo (1670-1718)
Descrição
:
Vicenzo Coronelli nasceu em Veneza no ano de 1650. Filho de Maffio e Catarina Coronelli, tornou-se um frade Minorita no ano de 1655 e recebeu um doutorado em Teologia, em Roma, no ano de 1674. Interessado em mapas e globos desde sua primeira juventude, construiu seu primeiro par de globos para o duque de Parma por volta de 1678. A qualidade e acurácia desses globos impressionaram Cesar Cardinal d'Estrées, o embaixador francês da Sé Apostólica e, em 1681 Coronelli foi convidado a Paris, onde passou dois anos construindo um globo terrestre e outro celeste para Luís XIV. Esses trabalhos extremamente ornamentais, com 3,90 metros, permaneceram os maiores globos feitos até o ano de 1920. Inicialmente eles foram exibidos na residência real de Marly, posteriormente a Biblioteca Real (agora Nacional) de Paris. Desde 1920 estes globos tem sido armazenados em Versailles.Em seu retorno a Veneza em 1684, Coronelli fundou a Accademia Cosmografica degli Argonauti, a primeira sociedade geográfica. Nomeado cosmógrafo da República de Veneza, Coronelli iniciou a confecção de dois Atlas Maiores, o Atlante veneto e o Isolario; viajou muito pela Europa e se tornou conhecido como Engenheiro Civil e Geógrafo. Em 1701 foi eleito ministro geral da ordem Minorita, posto que manteve por três anos. Em 1705 retornou a Veneza e, exceto por uma última viagem a Viena, onde foi consultado pelo imperador sobre medidas de controle de enchentes, passou o resto de sua vida no convento Minorita de Veneza. A obra de Coronelli inclui, além de mais de 100 pequenos e grandes globos que sobreviveram ao tempo, muitas centenas de mapas, impressos separatamente e como parte de atlas, e sete volumes de uma enciclopédia planejada para quarenta e cinco volumes, a primeira grande enciclopédia a ser organizada alfabeticamente e publicada em vernáculo. Mas é principalmente por causa de seus globos que Coronelli é relembrado: sua acurácia, riqueza de detalhes e excelência artistica distinguem seu construtor como um dos principais geógrafos e cartógrafos do período barroco. por George Kish BIBLIOGRAFIA I. Obras originais. Os textos de Coronelli são: Atlante venteo (Veneza, 1691); Isolario (Veneza, 1696–1698); e Biblioteca universale sacro-profana, 7 vols. (Veneza, 1701–1706). II. Literatura auxiliar. Sobre Coronelli ou sua obra, veja Roberto Almagia, “Vincenzo Coronelli,” in Der Globusfreund, 1 , no. 1 (1952), 13–27; O.-G. Saarmann Muris, Der Globus im Wandel der Zeiten (Berlin-Stuttgart, 1961), pp. 167–173; e Pietro Rigobon, “Biografia e studi del P. Vincenzo Coronelli,” in Archivio veneto, 3, no. 1 (1872), 267–271.
Copyright © 2020 . Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.